Tag: fimose

🥇 Fimose – Saiba tudo sobre esta condição 🤔

Olá meninas! No post de hoje vou falar sobre fimose. Você sabe o que é esta condição? Se não sabe ou se quer aprender ainda mais, está no lugar certo! É só ler esse artigo até o final que você vai ficar por dentro. Vem comigo!

O que é fimose?

Primeiramente, é preciso esclarecer que a fimose não é uma doença. Ela é uma condição a qual alguns homens já nascem. A fimose é formada nas primeiras semanas do feto. Desde o nascimento do bebê até os primeiros anos, o prepúcio fica colado à glande do pênis. No entanto, caso essas duas partes continuem juntas, chega um estágio em que a pele do pênis não consegue ser puxada para trás da cabeça do órgão, sem que machuque. Essa condição, então, é chamada de fimose.

Quais os tipos de fimose?

Existem 2 tipos de fimose. São eles:

Fimose fisiológica:

É quando a fimose não desaparece durante os primeiros anos de vida, tornando-se, dessa forma, fisiológica. Há também casos em que o homem nasce com a abertura do prepúcio muito estreita, o que impede a retração da peleA fimose também pode ser causada quando os pais forçam a retração do prepúcio, o que acarreta em lesões e cicatrizes.

Fimose adquirida:

Nesse caso, a fimose surge em determinado momento da vida de um homem, que não tinha fimose quando era criança. No entanto, após um quadro infeccioso ou então de traumatismo,surgem cicatrizes que levam à aderência do prepúcio. Isso resulta na retração do pênis e, geralmente, acontece devido à falta de higiene no pênis, o que leva ao acúmulo de secreções e à proliferação de bactérias.

Quando o prepúcio fica muito apertado, a urina pode ficar retida no local, o que aumenta tremendamente o risco de infecções urinárias. A fimose pode ainda criar dificuldade na higienização, causando dor na hora do sexo e também uma maior probabilidade de desenvolver alguma DST, HPV ou até mesmo câncer de pênis.

Alguns homens conseguem conviver normalmente com a fimose. É possível fazer com que o prepúcio se torne mais elástico, movendo-se com o corpo do pênis mais facilmente.

No entanto, uma grande parte dos homens precisa realizar o procedimento para que possa retirar uma parte dessa pele.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais as causas da fimose?

Existe um fator primário, que não é considerado como causa, que é a formação do prepúcio durante o período fetal. Nesses casos, o prepúcio não consegue expor a glande facilmente. Quando essa situação não se altera com o passar do tempo, ela é caracterizada a fimose primária.

No entanto, existem casos mais raros de fimose adquirida, devido à falta de higiene no local, alguma DST, trauma nessa região ou até mesmo uma infecção diretamente na pele do pênis.

A fimose também pode aparecer em episódios repetidos de infecção prepucial ao longo dos primeiros anos de vida, o que impossibilita a exposição natural da glande.

Aliás, o ideal mesmo é que todos os homens realizem a cirurgia de retirada do prepúcio, mesmo que consiga retraí-la.

Quais os sintomas da fimose?

Primeiramente, como não se trata de uma doença, não existe nenhum tipo de sintoma. O que ocorre é que quando o homem tenta puxar a pele do prepúcio para trás da cabeça do pênis, ele geralmente sente muita dor. Isso pode causar sangramento e até mesmo fazer com que ele tenha dificuldades em higienizar o órgão genital.

Alguns homens apresentam problemas mais graves. São eles: a infecção urinária, por falta de higienização no local, dificuldade para urinar, lesões, ferimentos e também dor intensa depois do sexo.

Como confirmar o quadro de fimose?

A fimose é descoberta quando o homem tenta retrair a pele que recobre a glande do pênis de forma manual. Se não é possível ver toda a glande, isso significa que existe fimose. A primeira verificação da presença ou não da fimose é feita no bebê recém-nascido. Isso faz parte de todas as consultas com o pediatra até que a criança complete 5 anos.

No caso em que a fimose surge na adolescência ou na vida adulta, o homem pode observar se apresenta alguma dificuldade para retrair a pele. Se houver dificuldades, é preciso se consultar com um urologista.

Prevenção e diagnóstico

Não existe nenhum tipo de prevenção para a fimose, visto que o prepúcio se forma ainda no período fetal. A união do prepúcio à glande é inseparável e acontece na maioria dos meninos recém-nascidos. Vale lembrar que a fimose não é contagiosa. Algumas pessoas nascem com essa condição e outras não.

O diagnóstico só pode ser feito mediante um exame físico, observando se a glande consegue ou não ser exposta completamente.

Fimose e fertilidade

A fimose atrapalha o ato sexual, uma vez que pode causar dores e incômodos devido ao atrito na pele sensível. Essa pele se corta com facilidade, arranha e costuma deixar o pênis bastante dolorido.

No entanto, isso não é tão grave a ponto de levar à infertilidade. A ejaculação ocorre da mesma forma e o esperma vai conseguir entrar no canal vaginal. As chances de engravidar não são prejudicadas de forma alguma.

Qual é o tratamento para fimose?

A forma mais eficaz de tratar a fimose é realizar uma operação que retira o prepúcio da cabeça do pênis por completo.

Há alguns pais e mães que costumam puxar a pele do pênis desde o nascimento do bebê, não somente por conta da higiene, mas também para permitir que a pele ganhe elasticidade e consiga colocá-la para trás da cabeça do pênis sem nenhum sangramento ou dor.

Esses exercícios de fato funcionam, no entanto, o mais indicado é realmente fazer a cirurgia. É a única forma de resolver de vez o problema, além de melhorar a vida sexual, a higiene e consequentemente a saúde.

A cirurgia é bastante rápida e prática, feita com uso de uma anestesia. A recuperação da cirurgia ocorre após 30 ou 40 dias. Depois desse período, o órgão já vai estar em perfeitas condições, limpo e completamente livre de infecções.

Tratamentos de fimose nas crianças

A fimose infantil tem cura e nem sempre é necessário recorrer a tratamentos específicos.

Pomadas para fimose: o uso de pomadas à base de corticoides, com propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antibióticas facilitam bastante  o deslize da pele da glande.

Exercício de retração: os meninos com mais de 5 anos podem fazer um exercício para que haja a retração da pele do prepúcio, sem forçar demais nem causar dor.

Contraindicações da cirurgia

A cirurgia para fimose não deve ser realizada se a pessoa apresentar dificuldade na coagulação sanguínea ou infecções locais. Existem também casos de anormalidades no pênis, como hipospadia ou o pênis embutido em que é necessário aproveitar a pele do prepúcio.

Importância da higienização

Manter sempre uma boa higienização pode ser a primeira e a principal forma de prevenção ou mesmo de tratamento. Durante o banho, é possível que aconteça a liberação do prepúcio. Essa exposição irá permitir uma melhor higienização do local.

No entanto, caso ocorram fissuras dolorosas durante o banho, o ideal é recorrer à cirurgia para que possa ser feita a remoção do prepúcio.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

You cannot copy content of this page