Tag: dor de garganta

🥇 Como identificar e tratar a dor de garganta 🤔

Olá meninas! Com o friozinho chegando, vem também aquele incômodo na garganta, não é? No artigo de hoje vou falar tudo sobre esse mal e como tratá-lo de forma eficaz.

Seja devido a uma gripe, um resfriado ou até mesmo à mudança do clima, a dor de garganta surge e pode se tornar bastante incômoda. Em algumas pessoas, isso ocorre com uma frequência bem maior do que com outras pessoas.

Quais as causas para o surgimento da dor de garganta?

As dores de garganta podem surgir tanto nas crianças quanto nos adultos. As razões para que isso aconteça geralmente se devem a inflamações das amígdalas, da faringe ou então da laringe.

A consequência dessa inflamação é a dificuldade para engolir, febre, dores de cabeça, indisposição, vômitos e até mesmo o inchaço, que é provocado por bactérias ou vírus. No entanto, de modo geral, esse quadro melhora no período de uma semana.

Já nos casos mais graves, quando a febre não abaixa ou então o paciente não consegue nem mesmo tomar água ou se alimentar, é importante procurar a ajuda médica. Existem também algumas outras causas para o surgimento da dor de garganta. São elas:

  • As gripes e resfriados;
  • Quadros de laringite ou faringite;
  • Amigdalite e inflamação da epiglote;
  • Casos mais raros de doenças sexualmente transmissíveis, como a clamídia e a gonorreia, também podem causar dor de garganta.
  • Dores de ouvido e garganta juntas, podem indicar um problema no ouvido médio. Nesse caso um otorrinolaringologista deve ser consultado.
  • Dor de garganta frequente: isso pode significar que o seu sistema imunológico está enfraquecido. Nesse caso é extremamente necessário uma dieta com mais nutrientes, para que você possa fortalecer o sistema de defesa do seu corpo.

Prevenção e tratamento das dores de garganta

Uma forma bastante simples de evitar as dores de garganta é evitar locais fechados com muitas pessoas reunidas e pouca ventilação natural.

É bastante normal que no inverno e com o clima seco a garganta pareça um pouco seca e passe aquela sensação de estar arranhando. Lembre-se de sempre lavar muito bem as mãos e, se possível, desinfetá-las com álcool gel. Seja ao andar de ônibus, depois de usar o banheiro, quando voltar para casa, é fundamental higienizar bem as mãos. Vale lembrar que também é super importante higienizar muito bem os alimentos e objetos com os quais você se alimenta.

Além disso, o consumo de alimentos ricos em vitamina C ajudam a prevenir e combater dores de garganta, resfriados e gripes.

Nos casos de dor de garganta de origem bacteriana (quando você consegue enxergar pontinhos brancos, que são placas de pus), o tratamento é geralmente feito à base de antibióticos e anti-inflamatórios, que devem ser prescritos por um médico.

Remédios caseiros para dor de garganta

Nos casos de dor de garganta de origem viral, não existe nenhum medicamento específico contra ela, visto que não terá efeito algum. No entanto, os gargarejos caseiros com água, sal, vinagre ou bicarbonato de sódio, se mostraram bem eficazes nesses casos.

Aliás, fiz uma lista com alguns tratamentos que você pode fazer em casa para aliviar a dor de garganta. Mas, caso não se resolva em uma semana, procure um médico, ok?

  • Gargarejo com água morna, limão e sal:

Basta fazer gargarejos 4 ou 5 vezes por dia usando água morna, suco de limão e um pouquinho de sal. Isso vai ajudar na desinflamação da sua garganta.

  • Chá de gengibre:

Corte e descasque cerca de 5 gramas de gengibre fresco em formato de cubos e coloque em 500 ml de água fervente. Espere o chá esfriar e beba ao longo do dia. O gengibre é um ótimo remédio natural, que ajuda na desinflamação e desinfecção da sua garganta.

  • Dente de alho:

Basta triturar um dente de alho e mastigá-lo. O alho tem propriedades naturais anti-inflamatórias e curativas.

  • Pastilhas que tenham mentol, hortelã e ação refrescante, irão te ajudar a aliviar a dor de garganta.
  • Tome 2 colheres de mel junto com 5 gotas de própolis. Isso vai aliviar a dor de garganta e desinflamá-la.
  • Junte 6 gramas de casca de romã a 150 ml de água fervente. Espere até que esfrie e beba duas vezes por dia.
  • Comer chocolate amargo alivia a dor. Ele possui flavonoides, que são conhecidos como anti-inflamatórios naturais. O cacau, por  possuir um tipo de gordura boa, lubrifica a garganta e ajuda a diminuir a dor.
  • Chá de orégano e limão

Em um recipiente, acrescente três colheres de sopa de orégano a um pouco de água fervente. Coe o chá, e acrescente o suco de um limão. Espere até que fique morno e beba.

  • Vinagre de maçã com água morna:

Ajuda a desinflamar e amenizar a dor de garganta.

  • Bicarbonato de sódio com água:

Basta aquecer uma xícara de água, meia colher de chá de sal e meia colher de bicarbonato de sódio. Em seguida, faça um gargarejo com a mistura, sem engolir, assim que a água estiver morna.

  • Mastigar alguns cravos na boca

Isso também poderá aliviar a dor na garganta, devido ao eugenol, que é o óleo que está presente no cravo. Ele é antibacteriano e não é prejudicial à saúde, caso engolido.

Seja qual for o tipo da dor de garganta, é recomendado consumir alimentos gelados, como sucos e sorvetes. Isso irá ajudar a aliviar o incômodo e a inflamação do local.

Em alguns casos, é necessário a cirurgia de remoção das amígdalas, par que se possa cortar pela raiz a infecção.

Vale lembrar que a inflamação e infecção dos sisos também pode contaminar a garganta e provocar a inflamação do local.

Aliás, as infecções e inflamações dos dentes devem ser tratadas de forma adequada, para não espalhar as bactérias para outros órgãos no corpo, como o coração, pulmão e cérebro. Essas bactérias podem causar sinusite e, em casos mais graves, podem causar uma infecção generalizada que leva ao óbito.

Para evitar isso, recomenda-se visitas regulares ao dentista. Além disso, esses casos devem sempre ser acompanhados do uso de antibióticos, para tratar e combater as bactérias.

Pode parecer até improvável, mas uma única bactéria ou vírus invisíveis a olho nu, podem causar graves problemas à saúde, caso não sejam diagnosticados e tratados de forma adequada.

Gengivas e dentes sangrando com frequência, surgimento de pus, febre baixa, secreção saindo do nariz, dores de cabeça constantes, diminuição do olfato, mal-estar, além de crescimento desregulado dos dentes também merecem atenção extra.

Caso a infecção ou inflamação não passem, procure um médico. Afinal, podem surgir diversos tipos de doenças no ouvido, nariz e garganta. Essas doenças, por sua vez, podem resultar em infecções e inflamações as quais somente um otorrinolaringologista pode diagnosticar e tratar de forma adequada.

Aliás, se o problema for frequentemente nas amígdalas, considere uma cirurgia de remoção o quanto antes. Principalmente nas crianças, pois a sua capacidade de cicatrização é maior e mais rápida.

Vale lembrar também que é preciso evitar as bebidas quentes, como café, leite e chás. Afinal, elas podem atrapalhar a produção das defesas do corpo.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Tratamentos caseiros para dor de garganta 🤔

Olá meninas! Hoje trouxe um assunto que, tenho certeza, faz parte da rotina de muita gente, ainda mais com esse inverno: a dor de garganta. A causa desse problema pode ser devido a um quadro infeccioso ou inflamatório, ou então, pode até mesmo ser a resposta do organismo a algum tipo de irritação.

É um mal-estar bem comum e pode atingir com mais facilidade as pessoas que acabam forçando a voz sem tomar os devidos cuidados. Isso sem falar nas pessoas que ficam  expostas à friagem, o que é um prato cheio para a dor de garganta.

Ademais, a intensidade da dor de garganta varia muito e ela pode atingir também as pessoas que estão com a imunidade baixa. Os tratamentos tradicionais incluem antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos. No entanto, as dores de garganta mais simples podem ser tratadas até mesmo em casa.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais os melhores tratamentos caseiros para dor de garganta?

Pesquisei muito sobre esse assunto e trouxe uma listinha de tratamentos caseiros que são eficazes para casos leves de dor de garganta. Contudo, vale lembrar que só devem ser usados como único tratamento se a dor for leve e você não tiver febre. Caso contrário, além desses tratamentos, é preciso também procurar um médico, clinico geral ou otorrinolaringologista. Assim você poderá cuidar melhor da sua garganta e se curar rapidamente. Vamos à lista!

Gengibre

  • O gengibre é um ótimo remédio natural que atua como anti-inflamatório e combate alguns vírus. Você deve fazer o seu chá usando o gengibre fatiado. Ele é forte, então é bem importante adoçá-lo um pouco, de preferência com mel, que é um antisséptico natural.

Alho

  • Além de muito indicado para os incômodos na garganta, o alho é muito eficaz e não precisa ser consumido em forma de chá: você pode chupá-lo. Ele é muito eficiente porque tem um composto bactericida chamado alicina;

Cravo-da-Índia

  • Outro produto que é naturalmente antisséptico é o cravo-da-índia. Ele deve ser mastigado até que perca o seu sabor, mas não deve ser engolido. Além de atuar no combate de bactérias, o cravo também reduz a dor de garganta, pois tem um leve efeito anestésico;

Nebulização

  • Algumas vezes, o motivo da dor de garganta é o clima seco, especialmente quando se está no outono ou no inverno. Para umidificar as vias aéreas você pode preparar uma nebulização de eucalipto. É só ferver um pouco de água e acrescentar algumas folhas lavadas de eucalipto, ou então algumas gotas de essência dessa planta. Em seguida, você deve respirar esse vapor e passar algumas horas sem se expor a nenhum tipo de friagem. O mais indicado é fazer essa nebulização de eucalipto à noite, preferencialmente um pouco antes de dormir;

Chás

  • Se a dor de garganta for leve, você pode apostar em um chá de camomila, pois essa planta tem função analgésica. Esse chá vai ser suficiente se a dor for causada por irritações. Caso se trate de inflamação ou infecção, o chá diminuirá a dor, mas ainda assim será necessário tomar o remédio convencional;
  • A raiz de alcaçuz é incrível e traz os mesmos benefícios que o gengibre. Dessa forma, o seu chá também é capaz de aliviar a dor de garganta. O chá deve ser feito com lascas de canela, meia xícara de camomila desidratada, alcaçuz seco e cravos. Vale lembrar que esse chá deve ser tomado morno;

Gargarejo

  • Os gargarejos são receitas caseiras bastante conhecidas por grande parte das famílias e podem ser feitos com bicarbonato de sódio ou então com uma mistura de sal e água morna. Caso você prefira a opção do bicarbonato, basta usar meia colher de chá e a mesma medida de sal. O gargarejo deve ser feito três vezes ao dia. Você pode fazer o mesmo gargarejo sem o bicarbonato, caso prefira, também três vezes ao dia;
  • O limão e o mel não estão nos componentes das pastilhas e sprays para garganta sem razão: eles fazem com que essa área não fique mais dolorida. Antes de ir dormir, prepare meia xícara de água morna e acrescente uma colher de suco de limão e uma colher de mel. É só misturar bem e fazer o gargarejo.
  • Outra receita caseira utilizando mel é o mel com vinagre de maçã. Essa mistura vai fazer com que o pH da garganta fique equilibrado. Basta juntar uma colher de mel a uma colher de vinagre de maçã em uma xícara com água morna.

Como evitar a dor de garganta?

Você pode diminuir a ocorrência das dores de garganta, além de evitar que ela tenha muita intensidade. Uma das formas de prevenir é manter-se sempre hidratada. O quadro de desidratação facilita o aparecimento das dores de garganta. Você deve evitar também a fumaça do cigarro e, obviamente, não ser fumante. Procure não forçar a sua voz, manter as mãos sempre limpas; evitar friagem; não respirar somente pela boca, além de evitar ambientes com ar condicionado.

É verdade que certas profissões precisam fazer uso frequente da voz, como os locutores, os professores, os palestrantes, entre outros. Se esse for o seu caso, é imprescindível que você tome ainda mais cuidado com a sua garganta. No entanto, é só tomar bastante água ao longo do dia, além de comer maçãs e romãs regularmente.

Em relação a “não respirar pela boca”, o motivo disso é que a entrada de ar constante deixa a garganta ressecada, facilitando também a entrada de agentes poluidores no local. Basta fazer um teste: quando você respira pela boca por um longo período, a garganta fica ressecada e chega até mesmo a doer. Sem falar que leva um tempo considerável para que a saliva a hidrate novamente.

Infelizmente, as pessoas que apresentam problemas respiratórios tendem a ficar com o nariz entupido e, por isso, respiram pela boca. Portanto, É importante manter o nariz o mais livre possível. Uma das maneiras é fazer uso de descongestionantes; entretanto, ele deve sempre ser receitado por um especialista.

Outras informações importantes

As pessoas que sofrem de refluxo gástrico também precisam dar maior atenção às suas gargantas. Essa condição, eventualmente, leva o suco gástrico para a região e sua acidez pode provocar uma dor de garganta. Uma dica é se deitar apenas duas horas após a última refeição. Ou, caso não tenha esse tempo, você deve comer algo bem leve, além de buscar a orientação de um gastroenterologista.

Durante os meses mais secos do ano, é indispensável manter o ar mais úmido em casa. Para fazer isso, é só recorrer a um umidificador de ar ou então deixar uma bacia com água nos cômodos. Na hora de dormir, uma dica bem útil, é deixar uma toalha úmida na cabeceira ou próxima à cama.

Para não forçar a voz, evite os gritos. Quando notar que a garganta está irritada, é fundamental mantê-la hidratada e ficar o máximo possível em silêncio, ou então falando num tom baixo. Caso contrário, você irá forçar a sua voz e deixar a garganta propícia à dor ou inflamação.

Quando a dor de garganta se torna perigosa?

De modo geral, a garganta se recupera em até uma semana, ainda que se trate de uma infecção. Portanto, uma dor que não desaparece mesmo com a medicação pode indicar uma condição mais séria, como algum problema nas amígdalas. Também é muito importante retornar ao médico caso você tenha dificuldade para engolir ou para respirar, além de febre. Somente um profissional saberá exatamente o que deve ser feito e de que forma diagnosticar corretamente o problema.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

You cannot copy content of this page