Tag: chás

🥇 Menopausa: Conheça AQUI remédios naturais! 🤔

Olá meninas! Hoje trouxe um assunto muito importante para todas nós, mulheres: a menopausa. Quem ainda não está passando por esse período, também precisa se informar, para que possa levar tudo com tranquilidade e sem desconfortos.

Portanto, se você está na menopausa ou então deseja saber mais sobre ela, este artigo é para você!

A menopausa é um período bastante complicado para as mulheres. Durante essa fase, ocorrem severas transformações, tanto no corpo quanto na mente da mulher. Nesse período, elas têm que lidar com o fato de que já não podem mais gerar filhos e, pior ainda, estão começando a perder aquele viço e juventude de outrora.

No período em que a menopausa acontece, as alterações hormonais deixam o corpo feminino praticamente descontrolado. São calores que surgem sem mais nem menos, sem nem um sinal de alerta.

Isso sem falar nas mudanças de humor, que tornam tudo ainda mais difícil. Aliás, é tão complicado pra elas como é para as pessoas mais próximas, como maridos, filhos e familiares.

Para aliviar esses incômodos, a  maior parte das mulheres acaba optando por remédios sintéticos, aqueles tradicionais. O problema é que esses medicamentos trazem efeitos colaterais tão intensos que acabam até mesmo piorando a situação.

No entanto, você sabia que existem alternativas naturais capazes de aliviar os sintomas da menopausa sem causar efeitos colaterais e ainda aumentar a qualidade de vida das mulheres e dos seus familiares? Basta continuar lendo este artigo até o final para saber tudo! Vamos lá?

Max Amora

O Max Amora é um incrível suplemento natural feito à base de amora, isoflavona e cimicífuga. Esses compostos são capazes de regular os hormônios, que costumam se desregular nessa fase da vida.

Ao equilibrar os níveis hormonais, o Max Amora ajuda a reduzir todos os sintomas desencadeados com a chegada da menopausa. O melhor de tudo é que não causar nenhum efeito colateral, visto que todos os seus componentes são de origem natural.

Suco de maracujá com couve e lecitina para menopausa

O forte potencial calmante do maracujá aliado aos fito-hormônios presentes na soja ajudam a prevenir os suores noturnos. Afinal, esse é um dos pontos mais críticos de desgaste e má qualidade de sono durante a menopausa.

Para preparar esse suco, você vai precisar dos seguintes ingredientes: polpa de um maracujá, uma folha de couve, meia colher de lecitina de soja, duas colheres de mel e três copos de água.

Basta inserir todos os ingredientes no liquidificador, bater bem até que o suco fique homogêneo. Coloque em um copo e beba. Para aliviar os sintomas de forma eficaz, o ideal é tomar esse suco até três vezes por dia.

Chá de verbena para menopausa

Durante a menopausa, certas mulheres sentem, além das alterações no humor, desânimo e até mesmo depressão. Com o chá de verbena, esses episódios diminuem. Além disso, também facilita a digestão, visto que a verbena ajuda a regular o funcionamento do intestino.

Para preparar o chá de verbena, é só ferver um livro de água e desligar o fogo. Em seguida, colocar 50 gramas de verbena no recipiente com a água e deixar o chá em infusão por dez minutos. Coar em seguida, adoçar e beber o chá de verbena três vezes ao dia.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Óleo essencial de sálvia para menopausa

A sálvia é uma erva incrível, mas desconhecida em se tratando do combate aos sintomas da menopausa. Ela tem propriedades estrogênicas, especialmente quando consumida em formato de óleo. Esse produto, bastante concentrado, ajuda no equilíbrio dos hormônios e também na redução das ondas de calor.

Para que você possa aproveitar todos os benefícios do óleo essencial de sálvia, a melhor opção é a inalação. Basta ferver 200 ml de água, pingar 10 gotas de óleo essencial e inalar a infusão por 15 minutos.

Se você preferir, pode também diluir o óleo de sálvia no seu óleo de massagem corporal e espalhar essa mistura pelo corpo uma vez ao dia. Além disso, você também pode aplicar o produto somente na região do abdômen.

Chá de trevo vermelho para menopausa

O trevo vermelho também é um produto natural desconhecido. Ele contém substâncias estrogênicas naturais, que ajudam no equilíbrio natural dos hormônios femininos durante a menopausa.

O trevo vermelho também é rico em isoflavona. Ele é capaz de aliviar todos os sintomas percebidos pelas mulheres durante a menopausa.

Para preparar o chá de trevo vermelho, basta colocar três xícaras de água no fogo e, antes que ela entre em ebulição, retirá-la do fogo, adicionando duas colheres de trevo vermelho. Tampe o recipiente e deixe a mistura em infusão por cerca de dez minutos. Em seguida, adoce e tome o chá três vezes ao dia.

Leite de soja orgânica para menopausa

Além de possuir poucas calorias, o que ajuda a equilibrar o peso nessa fase da vida, o leite de soja orgânico também é uma ótima alternativa natural para quem necessita obter isoflavona. Esse componente ajuda no equilíbrio dos hormônios e na diminuição dos sintomas típicos da menopausa.

Para aproveitar todos esses benefícios, é ideal tomar duas xícaras de leite de soja todos os dias.

Sopa de missô para menopausa

Sabia que a culinária japonesa é uma forma incrível de controlar os sintomas da menopausa de forma natural? Um produto incrível para ajudar é o  missoshiro.

Essa tradicional sopa japonesa é feita de missô e soja, componentes extremamente ricos em estrogênio. Ela é ideal para equilibrar os hormônios e diminuir os sintomas vivenciados nessa fase da vida.

Encontrar a sopa de missô é super fácil. Basta ir até casas de produtos importados do Japão ou então nos grandes supermercados. Nesses lugares é possível adquirir ainda sopas já prontas.

Basta apenas acrescentar água quente e esperar alguns minutos para tomar. Além de ser ótima para aliviar a menopausa, a sopa de missô é extremamente saborosa e muito nutritiva.

Chá de ginseng feminino para menopausa

O ginseng feminino tem propriedades anti-inflamatórias e analgésica. Além disso, ele é excelente para diminuir as dores e o desconforto durante a menopausa. Para que você possa aproveitar todo o poder dessa erva, basta consumi-la em formato de chá.

Para preparar essa bebida, é só colocar uma xícara de água fervente sobre 10 gramas de raiz de ginseng feminino e então deixar a bebida repousar por cerca de 30 minutos. Depois disso, coe e beba duas vezes ao dia.

Chá de Damiana para menopausa

A Damiana é uma erva maravilhosa para quem deseja um alívio para os sintomas da menopausa. Especialmente quando a secura vaginal e a falta de desejo sexual surgem e prejudicam a vida a dois.

Para que você possa aproveitar todas essas qualidades, você deve preparar um chá da planta da seguinte forma: acrescente 10 a 15 gramas de folha de Damiana em um litro de água fervente. Depois de alguns minutos, coe e beba uma xícara por dia.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Chá branco – Saiba todos os seus benefícios! 🤔

O chá branco é extraído de uma planta chamada Camellia Sinesis, a mesma planta que origina o chá verde e o chá preto. Para conseguir obter o chá branco é necessário utilizar as folhas novas, colhidas antes de surgirem as flores.

Primeiramente, ele possui grande poder antioxidante, porque apresenta grandes quantidades de catequinas e pouca quantidade de cafeína. Além disso, o chá branco também ajuda na prevenção do câncer, doenças cerebrais degenerativas, emagrecimento, doenças cardiovasculares, apresenta ação anti-inflamatória, entre outros benefícios.

Sendo assim, além de você aproveitar um chá com sabor delicioso, você ainda cuida da sua saúde!

Chá preto, chá verde e chá branco

A diferença entre os chás branco, verde e preto está, sobretudo, no período da colheita e na forma de Modo de Preparo.

Chá preto

Ele surge das folhas mais velhas da Camellia sinesis, que sofre fermentação por um tempo maior do que as folhas do chá verde. Ele tem bastante cafeína e seu poder antioxidante é o menor dentre os 3 chás.

Chá verde

É extraído das folhas mais velhas do que as do chá branco, porém sem ter passado por um tempo de fermentação tão grande.  Portanto, a ação antioxidante é menor do que o branco, mas maior que a do chá preto, com grande quantidade de cafeína.

Chá branco

Ele é obtido das folhas mais novas e dos brotos colhidos antes das flores abrirem. Aliás, os brotos e folhas possuem uma cor levemente prateada e não sofrem processo de fermentação. Portanto, justamente por não ser obtido de fermentação, a ação antioxidante se torna mais forte. Dessa forma, as folhas e brotos são vaporizados de forma parcial e são secas ao ar livre à luz natural.

Primeiramente, se compararmos o chá verde com o chá branco, o número de catequinas do branco é maior. Isso é importante na prevenção de diversas doenças, mas o baixo teor de cafeína acaba diminuindo o seu poder emagrecedor.

O chá branco, aliás,  possui mais oxidantes que o chá preto, que tem a maior quantidade de cafeína dentre os 3, porém com menos benefícios.

Ainda que tenha pouca quantidade de cafeína, o consumo do chá branco não é indicado a pessoas que apresentam sensibilidade à cafeína, pois, ainda, estarão assim sujeitas aos efeitos colaterais.

Motivos para tomar o chá branco:

  • Ajuda a prevenir o câncer e as mudanças genéticas, devido ao seu poder antioxidante;
  • As catequinas diminuem os processos inflamatórios, principalmente os da cartilagem. Além disso, reduzem a velocidade de desgaste das articulações;
  • Ajuda a baixar o nível do colesterol ruim, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares;
  • Traz bem-estar e relaxamento, agindo no cérebro e favorecendo o aumento a quantidade de ácido GABA, dopamina e serotonina;
  • Previne as doenças degenerativas devido à sua forte ação antioxidante;
  • Diminui a oxidação da retina e previne as doenças da retina;
  • Acelera o metabolismo;
  • Combate a retenção de líquidos;
  • Evita o envelhecimento precoce;
  • Previne a aterosclerose, limpando o colesterol da corrente sanguínea e relaxando os vasos sanguíneos, além de reduzir a pressão arterial;
  • Combate vírus e bactérias no corpo;
  • Age como antigripal e anti-inflamatório;
  • Combate os radicais livres;
  • Desincha e desintoxica;
  • Previne a formação de placas e de cáries nos dentes.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Chá branco emagrece?

O chá branco auxilia inegavelmente na perda de peso, mas essa perda não é tão grande comparando com o chá verde, pois o que ajuda a emagrecer é a cafeína, que não está presente em grandes quantidades nessa bebida.

No entanto, é possível sim emagrecer com o chá branco. Contudo, as pessoas que precisam emagrecer bastante, devem escolher um outro chá. Aliás, ele é muito benéfico para a prevenção de inúmeras doenças e também para melhorar o funcionamento do corpo.

Aumento do metabolismo

Para emagrecer, é indicado o consumo de 2 a 3 xícaras do chá por dia sem açúcar nem adoçante. O chá precisa ser tomado 1 hora antes ou então 1 hora depois das refeições, para que não diminua a quantidade de nutrientes absorvidos durante a alimentação.

Onde encontrar o chá branco?

Ele pode ser comprado em forma natural ou em cápsulas, e está disponível em mercados e farmácias de manipulação. Pode ser encontrado também em casas de produtos naturais, vendido a granel.

Como preparar o chá branco

Ingredientes: 300 ml de água, 3 g de folhas secas de chá branco

Modo de Preparo: Coloque a água em uma chaleira ou panela para ferver. Quando entrar em estado de ebulição, desligue o fogo e coloque o chá branco na água quente. Tampe e deixe descansar por 5 minutos. Depois, é só coar e tomar.

O chá pode ser tomado quente ou frio até 24 horas após o seu preparo.

Se preferir adoçar, utilize 1 colher de chá de mel para 1 xícara.

Se quiser, também, pode colocar canela na água antes de ferver.

Receitas com chá branco

Ele pode ser usado em receitas como sucos, vitaminas e gelatinas.

Chá branco com suco de Abacaxi para aumentar o metabolismo

Ingredientes: 200 ml de chá branco, ½ limão, 2 rodelas de abacaxi, 1 colher de raspas de gengibre.

Modo de Preparo: Misture todos os ingredientes no liquidificador, bata, coe e tome.

Gelatina de chá branco para aumentar o metabolismo

Ingredientes: 600 ml de água, 400 ml de chá branco, 2 caixas de gelatina de limão.

Modo de Preparo: Misture a água e o chá e dilua a gelatina. Depois é só levar a geladeira.

O chá branco pode ser comprado de forma natural ou então com sabor de limão e pêssego.

Chá branco com uvas

Ingredientes: 100 ml de chá branco, 8 uvas.

Modo de Preparo: Em um copo, amasse as uvas e coloque o chá por cima.

Use gelo se quiser.

Chá branco com frutas

Ingredientes: 1 l de chá branco, frutas de sua preferência picadas.

Modo de Preparo: Coloque tudo em uma jarra, misture e beba.

Chá branco com lichia

Ingredientes: lichia, água, chá branco em pó.

Modo de Preparo: Bata a água e a lichia no liquidificador adicionando 1 colher (chá) de chá branco.

Chá branco com hibisco

Ingredientes: 300 ml de água, folhas de chá branco, folhas de hibisco

Modo de Preparo: Coloque a água para ferver, desligue o fogo antes das primeiras bolhas aparecerem e coloque 1 colher com as folhas do chá branco e também 1 colher de folhas de hibisco. Depois coe e tome.

Contraindicações

O chá branco não deve ser tomado por grávidas e lactantes. Pessoas que apresentam hipertensão, úlceras gástricas, insônia e batimentos cardíacos irregulares podem tomar, mas com bastante cuidado.

Seu consumo excessivo também pode causar aumento da pressão, desordens gástricas, insônia, excitação do sistema nervoso, convulsões, delírios, cefaleia e taquicardia.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Como identificar e tratar a dor de garganta 🤔

Olá meninas! Com o friozinho chegando, vem também aquele incômodo na garganta, não é? No artigo de hoje vou falar tudo sobre esse mal e como tratá-lo de forma eficaz.

Seja devido a uma gripe, um resfriado ou até mesmo à mudança do clima, a dor de garganta surge e pode se tornar bastante incômoda. Em algumas pessoas, isso ocorre com uma frequência bem maior do que com outras pessoas.

Quais as causas para o surgimento da dor de garganta?

As dores de garganta podem surgir tanto nas crianças quanto nos adultos. As razões para que isso aconteça geralmente se devem a inflamações das amígdalas, da faringe ou então da laringe.

A consequência dessa inflamação é a dificuldade para engolir, febre, dores de cabeça, indisposição, vômitos e até mesmo o inchaço, que é provocado por bactérias ou vírus. No entanto, de modo geral, esse quadro melhora no período de uma semana.

Já nos casos mais graves, quando a febre não abaixa ou então o paciente não consegue nem mesmo tomar água ou se alimentar, é importante procurar a ajuda médica. Existem também algumas outras causas para o surgimento da dor de garganta. São elas:

  • As gripes e resfriados;
  • Quadros de laringite ou faringite;
  • Amigdalite e inflamação da epiglote;
  • Casos mais raros de doenças sexualmente transmissíveis, como a clamídia e a gonorreia, também podem causar dor de garganta.
  • Dores de ouvido e garganta juntas, podem indicar um problema no ouvido médio. Nesse caso um otorrinolaringologista deve ser consultado.
  • Dor de garganta frequente: isso pode significar que o seu sistema imunológico está enfraquecido. Nesse caso é extremamente necessário uma dieta com mais nutrientes, para que você possa fortalecer o sistema de defesa do seu corpo.

Prevenção e tratamento das dores de garganta

Uma forma bastante simples de evitar as dores de garganta é evitar locais fechados com muitas pessoas reunidas e pouca ventilação natural.

É bastante normal que no inverno e com o clima seco a garganta pareça um pouco seca e passe aquela sensação de estar arranhando. Lembre-se de sempre lavar muito bem as mãos e, se possível, desinfetá-las com álcool gel. Seja ao andar de ônibus, depois de usar o banheiro, quando voltar para casa, é fundamental higienizar bem as mãos. Vale lembrar que também é super importante higienizar muito bem os alimentos e objetos com os quais você se alimenta.

Além disso, o consumo de alimentos ricos em vitamina C ajudam a prevenir e combater dores de garganta, resfriados e gripes.

Nos casos de dor de garganta de origem bacteriana (quando você consegue enxergar pontinhos brancos, que são placas de pus), o tratamento é geralmente feito à base de antibióticos e anti-inflamatórios, que devem ser prescritos por um médico.

Remédios caseiros para dor de garganta

Nos casos de dor de garganta de origem viral, não existe nenhum medicamento específico contra ela, visto que não terá efeito algum. No entanto, os gargarejos caseiros com água, sal, vinagre ou bicarbonato de sódio, se mostraram bem eficazes nesses casos.

Aliás, fiz uma lista com alguns tratamentos que você pode fazer em casa para aliviar a dor de garganta. Mas, caso não se resolva em uma semana, procure um médico, ok?

  • Gargarejo com água morna, limão e sal:

Basta fazer gargarejos 4 ou 5 vezes por dia usando água morna, suco de limão e um pouquinho de sal. Isso vai ajudar na desinflamação da sua garganta.

  • Chá de gengibre:

Corte e descasque cerca de 5 gramas de gengibre fresco em formato de cubos e coloque em 500 ml de água fervente. Espere o chá esfriar e beba ao longo do dia. O gengibre é um ótimo remédio natural, que ajuda na desinflamação e desinfecção da sua garganta.

  • Dente de alho:

Basta triturar um dente de alho e mastigá-lo. O alho tem propriedades naturais anti-inflamatórias e curativas.

  • Pastilhas que tenham mentol, hortelã e ação refrescante, irão te ajudar a aliviar a dor de garganta.
  • Tome 2 colheres de mel junto com 5 gotas de própolis. Isso vai aliviar a dor de garganta e desinflamá-la.
  • Junte 6 gramas de casca de romã a 150 ml de água fervente. Espere até que esfrie e beba duas vezes por dia.
  • Comer chocolate amargo alivia a dor. Ele possui flavonoides, que são conhecidos como anti-inflamatórios naturais. O cacau, por  possuir um tipo de gordura boa, lubrifica a garganta e ajuda a diminuir a dor.
  • Chá de orégano e limão

Em um recipiente, acrescente três colheres de sopa de orégano a um pouco de água fervente. Coe o chá, e acrescente o suco de um limão. Espere até que fique morno e beba.

  • Vinagre de maçã com água morna:

Ajuda a desinflamar e amenizar a dor de garganta.

  • Bicarbonato de sódio com água:

Basta aquecer uma xícara de água, meia colher de chá de sal e meia colher de bicarbonato de sódio. Em seguida, faça um gargarejo com a mistura, sem engolir, assim que a água estiver morna.

  • Mastigar alguns cravos na boca

Isso também poderá aliviar a dor na garganta, devido ao eugenol, que é o óleo que está presente no cravo. Ele é antibacteriano e não é prejudicial à saúde, caso engolido.

Seja qual for o tipo da dor de garganta, é recomendado consumir alimentos gelados, como sucos e sorvetes. Isso irá ajudar a aliviar o incômodo e a inflamação do local.

Em alguns casos, é necessário a cirurgia de remoção das amígdalas, par que se possa cortar pela raiz a infecção.

Vale lembrar que a inflamação e infecção dos sisos também pode contaminar a garganta e provocar a inflamação do local.

Aliás, as infecções e inflamações dos dentes devem ser tratadas de forma adequada, para não espalhar as bactérias para outros órgãos no corpo, como o coração, pulmão e cérebro. Essas bactérias podem causar sinusite e, em casos mais graves, podem causar uma infecção generalizada que leva ao óbito.

Para evitar isso, recomenda-se visitas regulares ao dentista. Além disso, esses casos devem sempre ser acompanhados do uso de antibióticos, para tratar e combater as bactérias.

Pode parecer até improvável, mas uma única bactéria ou vírus invisíveis a olho nu, podem causar graves problemas à saúde, caso não sejam diagnosticados e tratados de forma adequada.

Gengivas e dentes sangrando com frequência, surgimento de pus, febre baixa, secreção saindo do nariz, dores de cabeça constantes, diminuição do olfato, mal-estar, além de crescimento desregulado dos dentes também merecem atenção extra.

Caso a infecção ou inflamação não passem, procure um médico. Afinal, podem surgir diversos tipos de doenças no ouvido, nariz e garganta. Essas doenças, por sua vez, podem resultar em infecções e inflamações as quais somente um otorrinolaringologista pode diagnosticar e tratar de forma adequada.

Aliás, se o problema for frequentemente nas amígdalas, considere uma cirurgia de remoção o quanto antes. Principalmente nas crianças, pois a sua capacidade de cicatrização é maior e mais rápida.

Vale lembrar também que é preciso evitar as bebidas quentes, como café, leite e chás. Afinal, elas podem atrapalhar a produção das defesas do corpo.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

You cannot copy content of this page