Tag: celíacos

🥇 Doença celíaca: Será que você tem? Causa, Tratamentos e Dieta Aqui 🤔

Você está sempre indo ao banheiro? Constantemente você percebe que está fraco? Tem muita dificuldade para engordar? Quase nunca tem apetite para uma refeição saudável?

Talvez você não saiba, contudo quase três em cada quatro pessoas com doença celíaca não sabem que sofrem dessa doença digestiva.

E sem seguir uma dieta sem glúten, acabam prejudicando seriamente a saúde.

Portanto saiba agora como identificar e quais alimentos você deve evitar.

O que é doença celíaca?

A doença celíaca é  uma doença moderna, algo que foi recém descoberto no mundo. Trata-se de uma enfermidade crônica do trato digestivo e é de origem imunológica.

Caracteriza-se como uma intolerância permanente a glúten, que está amplamente presente em diversos alimentos da nossa dieta diária como trigo, aveia, cevada ou centeio.

Entretanto, quando uma pessoa celíaca consome alimentos que tem glúten, o revestimento do interno do intestino delgado é ferido, o que não permite que ela absorva nutrientes.

Sem tratamento, as pessoas afetadas por esse transtorno sofrem desnutrição e várias doenças associadas, mas nem todas as pessoas que sofrem desta doença têm sintomas e, portanto, podem passar despercebidas por muito tempo.

Todo alimento que ingerimos passa por processos de digestão que servem para degrada-lo em partes ainda menores, facilitando a absorção dele pelo nosso organismo.

A absorção desses nutrientes é feita no intestino delgado e, entretanto, para que isso aconteça é importante que existam vilosidades, que são como raízes pequenas penduradas no intestino.

Quando o comprimento dessas “raízes” é reduzido, a absorção é também reduz. E o resultado é uma pessoa potencialmente desnutrida.

Isto é o que acontece na doença celíaca, em que há uma redução no tamanho das vilosidades intestinais, como resultado da intolerância ao glúten.

A frequência da doença celíaca ocorre é de aproximadamente 1 em cada 200/300 nascimentos.

Entretanto os especialistas advertem que esta condição é sub-diagnosticada, e que menos de um quarto das pessoas  celíacas sabem que têm a doença.

Quem pode ter doença cefálica?

Primeiramente é preciso dizer que ela é capaz de atingir crianças e adultos, contudo às vezes as manifestações da doença podem variar de pessoas para pessoa, de acordo com o nível da doença.

Um fato interessante é que pessoas com síndrome de Down têm um risco cem vezes maior do que o resto da população a sofre intolerância ao glúten.

Da mesma forma, é a probabilidade de um portador da cefálica ter parentes de primeiro grau com o mesmo problema é de 5 a 15%.

O que causa a doença celíaca?

A causa exata da doença celíaca foi e até hoje é um assunto a ser discutido.

Entretanto, alguns consideram que a  doença celíaca é uma reação exagerada do sistema imunológico ao glúten, proteína encontrada em cereais como o trigo, o centeio, a cevada e o malte.

De origem genética, pode causar diarreia, anemia, perda de peso, osteoporose, câncer e até déficit de crescimento em crianças.

Além disso, sabe-se que os existem alguns genes específicos que apenas são encontrados nas pessoas que sofrem de doença celíaca.

Portanto toda atenção é necessária.

Quais são os sintomas da doença celíaca?

Primeiramente é importante dizer que os sintomas variam de pessoa para pessoa e que eles são muito abrangentes. Entretanto alguns sintomas são bem claros em crianças e adultos.

Sintomas celíacos em Crianças

Via de regra a doença celíaca aparece em crianças logo após o início da alimentação com cereais, entretanto nada impede de descobrir que a criança é celíaca mais tarde. Portanto, os sintomas incluem:

  • Má absorção de nutrientes;
  • Doença crônica;
  • Diarreia persistente;
  • Crescimento retardado;
  • Barriga saliente;
  • Edema;
  • Inchaço das pernas por falta de proteína eliminadas na diarreia.

Sintomas celíacos em Adultos

Os adultos, geralmente apresentam fadiga, desconforto abdominal (dor, inchaço, inchaço) e anemia. Entretanto, estes sintomas podem variar. Contudo, as manifestações mais características da doença celíaca são:

  • Diarreia
  • Perda de peso.
  • Anemia
  • Fezes frequentes, moles, gordurosas, pálidas e fétidas.
  • Dor abdominal.
  • Inchaço, gás, indigestão.
  • Mudança de caráter
  • Ossos e dor nas articulações.
  • Cãibras musculares.
  • Fadiga
  • Depressão
  • Vômito e constipação.
  • Menstruações irregulares.
  • Unhas frágeis, perda de cabelo.

Como tratar a doença celíaca?

O tratamento base da doença celíaca é apenas seguir uma dieta sem glúten para o resto vida. Apenas este movimento permite uma recuperar as vilosidades intestinais, que voltam  a ter um tamanho normal.

Depois eliminar o glúten da dieta, é notória a melhora dos sintomas em apenas um mês, e em poucos meses a pessoa apresentará um estado nutricional ideal.

A eliminação do glúten da dieta não é fácil, uma vez que ele está amplamente presente em produtos do nosso consumo diário como molho de tomate, pães, molhos, temperos e farinhas.

E para complicar ainda mais: esse tipo de dieta geralmente custa muito mais para as famílias – devido ao preço mais elevado dos produtos sem glúten.

Para todos os pacientes com doença celíaca, recebem suplementos vitamínicos e de ferro geralmente adicionados ao tratamento devido à deficiência.

Quais são as complicações da doença celíaca?

Aquelas pessoas diagnosticadas que decidem não seguir a dieta a risca ou decidem parar o tratamento podem sofrer complicações severas que podem ser irreversíveis. Algumas das complicações são:

  • Algum tipo de câncer intestinal.
  • Distúrbios autoimunes, como diabetes, doenças da tireoide, doenças hepáticas e biliares.
  • Distúrbios neurológicos, como ataxia do cerebelo.
  • Fraturas
  • Osteoporose
  • Aborto espontâneo.
  • Infertilidade
  • Anemia

Por isso se você foi diagnosticado é importante que siga uma dieta equilibrada e sem glúten não importa o que.

Quais são os alimentos proibidos para celíacos?

Abaixo estão alguns alimentos que contêm glúten e que não devem ser consumidos por pessoas que são celíacas:

  • Alimentos que contêm glúten (proibido para celíacos);
  • Pão e farinha de trigo, cevada, centeio e aveia;
  • Bolos, bolachas, bolachas, muffins, pastelaria em geral;
  • Massa italiana (macarrão, macarrão, pizza…);
  • Macarrão de sopa;
  • Sêmola de trigo;
  • Produtos manufaturados com farinhas de glúten;
  • Leites de malte e alimentos maltados;
  • Chocolate;
  • Bebidas ou infusões preparadas com cereais: malte, cerveja, água de cevada;
  • Processados em geral (mortadela, presunto, linguiça, presunto ou empada de carne);
  • Queijo derretido, queijo em folhas. Também outros queijos sem marcas de garantia;
  • Enlatado (latas de mexilhões, amêijoas, ensopado enlatado, etc.);
  • Patês;
  • Doces;
  • Café instantâneo
  • Chá;

Contudo, respire! Existem algumas variedades que você pode consumir sem medo. E se você for bem criativo, vai encontrar saídas perfeitas para a sua nova dieta.

Quais são os alimentos permitidos para celíacos?

Sei que parece que muito da sua dieta está comprometida, mas a verdade não é bem assim. Existem alguns alimentos que você pode consumir e a criatividade em combinar eles tem que ser muito grande:

  • Leite e produtos lácteos (queijo, manteiga, queijo cottage, creme…).
  • Carne, peixe e marisco fresco.
  • Ovos
  • Frutas
  • Legumes, verduras e legumes.
  • Feijão de Soja
  • Arroz, milho e tapioca (farinha e amido).
  • Açúcar
  • Mel
  • Petróleo
  • Margarina
  • Sal, pimenta, vinagre.
  • Levedura sem glúten.
  • Corantes
  • Café e chá natural (não instantâneo).
  • Camomila

Claro que nem todos os alimentos proibidos e permitidos estão listados aqui, contudo, essa é uma boa base para que você possa começar a pensar sobre a sua dieta.

Entretanto, o mais importante é você se amar e cuidar de você. É chato, ninguém pediu para ficar doente ou desenvolver algo assim. Contudo, enquanto você estiver viva o seu compromisso com você mesma é se cuidar e se amar.

E se precisar de alguma coisa, deixa um comentário aqui que eu te respondo o quanto antes.

Para voltar ao menu inicial, clique aqui.

You cannot copy content of this page