Tag: bacteriana

🥇 Como identificar e tratar a dor de garganta 🤔

Olá meninas! Com o friozinho chegando, vem também aquele incômodo na garganta, não é? No artigo de hoje vou falar tudo sobre esse mal e como tratá-lo de forma eficaz.

Seja devido a uma gripe, um resfriado ou até mesmo à mudança do clima, a dor de garganta surge e pode se tornar bastante incômoda. Em algumas pessoas, isso ocorre com uma frequência bem maior do que com outras pessoas.

Quais as causas para o surgimento da dor de garganta?

As dores de garganta podem surgir tanto nas crianças quanto nos adultos. As razões para que isso aconteça geralmente se devem a inflamações das amígdalas, da faringe ou então da laringe.

A consequência dessa inflamação é a dificuldade para engolir, febre, dores de cabeça, indisposição, vômitos e até mesmo o inchaço, que é provocado por bactérias ou vírus. No entanto, de modo geral, esse quadro melhora no período de uma semana.

Já nos casos mais graves, quando a febre não abaixa ou então o paciente não consegue nem mesmo tomar água ou se alimentar, é importante procurar a ajuda médica. Existem também algumas outras causas para o surgimento da dor de garganta. São elas:

  • As gripes e resfriados;
  • Quadros de laringite ou faringite;
  • Amigdalite e inflamação da epiglote;
  • Casos mais raros de doenças sexualmente transmissíveis, como a clamídia e a gonorreia, também podem causar dor de garganta.
  • Dores de ouvido e garganta juntas, podem indicar um problema no ouvido médio. Nesse caso um otorrinolaringologista deve ser consultado.
  • Dor de garganta frequente: isso pode significar que o seu sistema imunológico está enfraquecido. Nesse caso é extremamente necessário uma dieta com mais nutrientes, para que você possa fortalecer o sistema de defesa do seu corpo.

Prevenção e tratamento das dores de garganta

Uma forma bastante simples de evitar as dores de garganta é evitar locais fechados com muitas pessoas reunidas e pouca ventilação natural.

É bastante normal que no inverno e com o clima seco a garganta pareça um pouco seca e passe aquela sensação de estar arranhando. Lembre-se de sempre lavar muito bem as mãos e, se possível, desinfetá-las com álcool gel. Seja ao andar de ônibus, depois de usar o banheiro, quando voltar para casa, é fundamental higienizar bem as mãos. Vale lembrar que também é super importante higienizar muito bem os alimentos e objetos com os quais você se alimenta.

Além disso, o consumo de alimentos ricos em vitamina C ajudam a prevenir e combater dores de garganta, resfriados e gripes.

Nos casos de dor de garganta de origem bacteriana (quando você consegue enxergar pontinhos brancos, que são placas de pus), o tratamento é geralmente feito à base de antibióticos e anti-inflamatórios, que devem ser prescritos por um médico.

Remédios caseiros para dor de garganta

Nos casos de dor de garganta de origem viral, não existe nenhum medicamento específico contra ela, visto que não terá efeito algum. No entanto, os gargarejos caseiros com água, sal, vinagre ou bicarbonato de sódio, se mostraram bem eficazes nesses casos.

Aliás, fiz uma lista com alguns tratamentos que você pode fazer em casa para aliviar a dor de garganta. Mas, caso não se resolva em uma semana, procure um médico, ok?

  • Gargarejo com água morna, limão e sal:

Basta fazer gargarejos 4 ou 5 vezes por dia usando água morna, suco de limão e um pouquinho de sal. Isso vai ajudar na desinflamação da sua garganta.

  • Chá de gengibre:

Corte e descasque cerca de 5 gramas de gengibre fresco em formato de cubos e coloque em 500 ml de água fervente. Espere o chá esfriar e beba ao longo do dia. O gengibre é um ótimo remédio natural, que ajuda na desinflamação e desinfecção da sua garganta.

  • Dente de alho:

Basta triturar um dente de alho e mastigá-lo. O alho tem propriedades naturais anti-inflamatórias e curativas.

  • Pastilhas que tenham mentol, hortelã e ação refrescante, irão te ajudar a aliviar a dor de garganta.
  • Tome 2 colheres de mel junto com 5 gotas de própolis. Isso vai aliviar a dor de garganta e desinflamá-la.
  • Junte 6 gramas de casca de romã a 150 ml de água fervente. Espere até que esfrie e beba duas vezes por dia.
  • Comer chocolate amargo alivia a dor. Ele possui flavonoides, que são conhecidos como anti-inflamatórios naturais. O cacau, por  possuir um tipo de gordura boa, lubrifica a garganta e ajuda a diminuir a dor.
  • Chá de orégano e limão

Em um recipiente, acrescente três colheres de sopa de orégano a um pouco de água fervente. Coe o chá, e acrescente o suco de um limão. Espere até que fique morno e beba.

  • Vinagre de maçã com água morna:

Ajuda a desinflamar e amenizar a dor de garganta.

  • Bicarbonato de sódio com água:

Basta aquecer uma xícara de água, meia colher de chá de sal e meia colher de bicarbonato de sódio. Em seguida, faça um gargarejo com a mistura, sem engolir, assim que a água estiver morna.

  • Mastigar alguns cravos na boca

Isso também poderá aliviar a dor na garganta, devido ao eugenol, que é o óleo que está presente no cravo. Ele é antibacteriano e não é prejudicial à saúde, caso engolido.

Seja qual for o tipo da dor de garganta, é recomendado consumir alimentos gelados, como sucos e sorvetes. Isso irá ajudar a aliviar o incômodo e a inflamação do local.

Em alguns casos, é necessário a cirurgia de remoção das amígdalas, par que se possa cortar pela raiz a infecção.

Vale lembrar que a inflamação e infecção dos sisos também pode contaminar a garganta e provocar a inflamação do local.

Aliás, as infecções e inflamações dos dentes devem ser tratadas de forma adequada, para não espalhar as bactérias para outros órgãos no corpo, como o coração, pulmão e cérebro. Essas bactérias podem causar sinusite e, em casos mais graves, podem causar uma infecção generalizada que leva ao óbito.

Para evitar isso, recomenda-se visitas regulares ao dentista. Além disso, esses casos devem sempre ser acompanhados do uso de antibióticos, para tratar e combater as bactérias.

Pode parecer até improvável, mas uma única bactéria ou vírus invisíveis a olho nu, podem causar graves problemas à saúde, caso não sejam diagnosticados e tratados de forma adequada.

Gengivas e dentes sangrando com frequência, surgimento de pus, febre baixa, secreção saindo do nariz, dores de cabeça constantes, diminuição do olfato, mal-estar, além de crescimento desregulado dos dentes também merecem atenção extra.

Caso a infecção ou inflamação não passem, procure um médico. Afinal, podem surgir diversos tipos de doenças no ouvido, nariz e garganta. Essas doenças, por sua vez, podem resultar em infecções e inflamações as quais somente um otorrinolaringologista pode diagnosticar e tratar de forma adequada.

Aliás, se o problema for frequentemente nas amígdalas, considere uma cirurgia de remoção o quanto antes. Principalmente nas crianças, pois a sua capacidade de cicatrização é maior e mais rápida.

Vale lembrar também que é preciso evitar as bebidas quentes, como café, leite e chás. Afinal, elas podem atrapalhar a produção das defesas do corpo.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

You cannot copy content of this page